• Lisa Yang

Cannes e Julia Ducournau

Atualizado: 11 de Dez de 2021


DIÁRIO DE CANNES: uma mulher francesa venceu o prêmio máximo no, talvez, maior festival do mundo, com um filme de horror. Julia ducournau, que primeiramente ganhou holofotes com RAW (2016). Um filme que aborda desde questões sobre feminilidade, a questões mais sociais e educativas na França, chegando a falar sobre transtornos compulsórios envolvendo canibalismo. Sim, canibalismo. Ela, julia, foi a segunda mulher a conquistar a palma de ouro. E a primeira, a conquistar solo. A primeira, foi jane campion 28 anos atrás com o piano. A diferença, é que a jane dividiu o prêmio com chen kaige. detalhe pro spike lee anunciando antes da hora. um momento hilário marcando um momento histórico do festival. um dia inesquecível pros amantes de cinema e audiovisual. filme vencedor: TITANE. ( 2021)


4 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo