• Lisa Yang

anna karina e jean luc-godard, as aparências enganam

Atualizado: 11 de Dez de 2021


anna karina e jean luc-godard são nomes extremamente influentes e populares da famosa french new wave, mais conhecida como nouvelle vague. trabalharam por anos, na década de 60.

e tiveram diversas colaborações, anna como atriz, godard como diretor. embora fossem parceiros de trabalhos, nem todo mundo sabe que também foram casados. e que esse matrimônio, não era tão lindo assim como aparentava. a anna, após ficar grávida do godard aos 20, se casaram. mas tudo começou a ir por água a baixo quando karina perdeu seu bebê. ela entrou em depressão e passou por muito tempo, em episódios depressivos. sem apoio emocional do marido, ela se sentia só, e não muito amada. ela sentia que o godard, recebia todo o glamour e o protagonismo, enquanto ela, ficava com os restos da atenção do público. mas desde o começo ela, se sentia mal em relação a ele. quando godard, pediu para ele se despir num projeto dele, e ela não queria, e no anuncio que o godard recebeu, ela não estava nua, mas ele disse que estava, só que não passava da sua imaginação, o nu, pois ela ,só estava com os ombros de fora. num maiô dentro de uma banheira de baixo d’água. mas voltando pro começo, aos seus 18 anos, perdeu todos seus amigos, pois eles, preferiam seu antigo namorado, frente a godard, que chegava com ar de arrogância, sempre. isso durante as filmagens de ‘o pequeno soldado’.

o caso piorou quando ela tentou suicídio, e foi internada num centro clínico/psiquiátrico/sanatório. era um momento terrível pras mulheres, pois uma vez dentro, era difícil sair, e ela não estava nem um pouco louca. palavras da mesma. enquanto a como via sua situação. anos depois, em 1967, se divorciaram. ela não aguentava mais, depois, se casou mais algumas vezes. e levou uma vida diferente a que tinha com godard. a verdade é que godard poderia ir na Itália ver o rossellini ou ir na Suécia ver o ingmar bergman. mas nunca tinha tempo pra sua esposa. isso sim, de tudo sempre há algo positivo, quando ela estava muito mal, godard a ofereceu um papel em ‘banda á parte’, que nas palavras dela: “ acho que esse filme provavelmente salvou minha vida".

5 visualizações